This content is not available in your region

Acordo de Prespa faz quatro anos mas ainda há pontos por cumprir

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Acordo de Prespa faz quatro anos
Acordo de Prespa faz quatro anos   -   Direitos de autor  Euronews

O lago Prespa é partilhado por Albânia, Grécia e Macedónia do Norte mas nem sempre essa partilha foi sinónimo de cooperação. Foi há quatro anos que nas margens deste lago foi dado um passo histórico com a assinatura do Acordo de Prespa, que colocou um ponto final a décadas de disputa entre Grécia e Macedónia do Norte relativamente ao nome oficial deste último.

A Antiga República Jugoslava da Macedónia deu lugar à República da Macedónia do Norte, o acordo possível para que não houvesse confusões com a histórica região da Macedónia, na Grécia.

A efeméride foi assinalada com um festival transfronteiriço, onde o embaixador da União Europeia na Macedónia do Norte, David Geer, se congratulou por poder partilhar a ocasião com a comunidade local, mostrando que é possível fazer mudanças que melhorem a vida das pessoas.

O festival juntou artistas e músicos dos três países e teve lugar junto a uma fronteira que, ironicamente, ainda se encontra fechada. Um problema que está a ser resolvido. Panagiotis Paschalidis, autarca de Prespes, sublinha que esta semana teve lugar uma reunião em torno de um programa europeu para o desenvolvimento da região de Prespa, onde foi dado um passo significativo relativamente à ligação entre Grécia e Macedónia do Norte.

A fronteira, atualmente, é sinónimo de fim da estrada. Quem quiser ir para a próxima povoação, a apenas um quilómetro mas do outro lado da fronteira, está obrigado a dar uma volta de 180 quilómetros. As pessoas de ambos os lados aguardam impacientes que Macedónia do Norte e Grécia cumpram o que foi decidido no acordo de Prespa e abram esta fronteira o mais rapidamente possível.