EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Polícia brasileira prende antigo ministro da Educação Milton Ribeiro

Milton Ribeiro detido em São Paulo
Milton Ribeiro detido em São Paulo Direitos de autor EVARISTO SA/AFP
Direitos de autor EVARISTO SA/AFP
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Jair Bolsonaro defende polícia e diz que Milton Ribeiro é responsável pelos seus atos. Quando rebentou o escândalo tinha defendido o ministro ao ponto de dizer que "colocava a cara no fogo" por ele

PUBLICIDADE

Milton Ribeiro foi detido esta quarta-feira em São Paulo. O antigo ministro da Educação do Brasil está a ser investigado pela Polícia Federal e é suspeito de operar um gabinete paralelo para desviar verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para dois pastores evangélicos, Gilmar Santos e Arilton Moura.

Numa conversa divulgada pela imprensa brasileira, Milton Ribeiro admitia dar prioridade aos amigos dos pastores a pedido de Jair Bolsonaro.

O presidente brasileiro, que quando rebentou o escândalo, disse que colocava "a cara no fogo" pelo seu ministro, diz agora que Milton Ribeiro é responsável pelos seus atos e que se a polícia o prendeu, foi porque tinha motivos para isso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Brasil quer comprar o máximo de gasóleo possível à Rússia

Jair Bolsonaro propõe reduzir impostos sobre combustíveis

Jair Bolsonaro perde o 16.° ministro: Ricardo Salles deixa o Ambiente