This content is not available in your region

TAP alerta para problemas nos aeroportos durante "as próximas semanas"

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com LUSA
euronews_icons_loading
Christine Ourmières-Widener, diretora executiva da TAP, Portugal
Christine Ourmières-Widener, diretora executiva da TAP, Portugal   -   Direitos de autor  PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP or licensors

Greves, falta de pessoal, cancelamentos de voos e muitas, muitas horas de espera. É com este cenário que se depara quem desde o fim se semana precisa de viajar de avião. E os problemas nos aeroportos, avisa a TAP, "não deverão melhorar nas próximas semanas".

Numa carta enviada aos clientes, a diretora executiva da companhia aéria portuguesa reconhece as dificuldades sentidas pela empresa, num regresso após dois anos de pandemia e longe dos céus. Mas ressalva: "ainda que as restrições à mobilidade de passageiros tenham sido levantadas na sua maioria, o transporte aéreo, enfrenta uma séria limitação de recursos a nível global".

Mensagem divulgada pela TAP aos clientes

Feito o pedido de desculpas pela situação vivida nos últimas dias, a CEO da transportadora garante estarem a ser feitos todos os esforços para melhorar o serviço, algo que só deverá ser alcançado, revela, no verão de 2023.

De forma a acautelar os interesses dos passageiros afetados pelos cancelamentos de voos em Lisboa, a Associação de Defesa do Consumidor (DECO) instou esta terça-feira o Ministério das Infraestruturas e a Autoridade Nacional da Aviação Civil a intervir. 

De acordo com a DECO, o direito à assistência no aeroporto da capital portuguesa"não está a ser aplicado".