This content is not available in your region

Ataque do exército mata várias crianças em Myanmar

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Pelo menos 15 crianças morreram no ataque
Pelo menos 15 crianças morreram no ataque   -   Direitos de autor  AP/AP

Pelo menos onze crianças morreram e 15 estão desaparecidas depois de um ataque do exército na região de Sagaing, em Myanmar, na sexta-feira. Uma escola foi atingida, segundo um comunicado da UNICEF, que já pediu a "libertação imediata" dos 15 menores, que terão sido sequestrados.

O ataque incluiu bombardeamentos aéreos e tiros indiscriminados em terra.

As aldeias de Sagaing têm sido palco dos combates entre rebeldes e soldados do regime militar. "Quando os soldados chegaram à nossa aldeia, escondemo-nos atrás de arbustos, mas o meu filho estava doente e só conseguiu esconder-se nas proximidades. Quando os soldados o encontraram, espancaram-no até a morte. No sítio onde estava escondida, ouvi o som de alguém a ser morto", conta San Nwae, mãe de uma vítima da aldeia de Mintaingpin.

"Quando os soldados chegaram à nossa aldeia, escondemo-nos atrás de arbustos, mas o meu filho estava doente e só conseguiu esconder-se nas proximidades. Quando os soldados o encontraram, espancaram-no até a morte. No sítio onde estava escondida, ouvi o som de alguém a ser morto."

Sagaing, na antiga Birmânia, é um bastião da resistência armada à junta militar, que derrubou o governo civil num golpe de Estado a 1 de fevereiro do ano passado.