Rishi Sunak é o primeiro chefe de Governo de Carlos III e promete corrigir o passado

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques  & Euronews
Rishi Sunak jé "reside" no n.°10 de Downing Street, em Londres
Rishi Sunak jé "reside" no n.°10 de Downing Street, em Londres   -   Direitos de autor  AP Photo/Frank Augstein

Rishi Sunak já é o primeiro-ministro do Reino Unido. O novo líder do Partido Conservador reuniu-se esta manhã com o Rei Carlos III, no Palácio de Buckingham, e tornou-se no primeiro chefe de estado indigitado pelo sucessor de Isabel II.

Nas primeiras palavras como primeiro-ministro, Sunak lembrou os feitos no combate à Covid-19 e prometeu unir o país "não com palavras, mas com ações". Prestou tributo a antecessora Liz Truss, que "não estava errada em querer melhorar o crescimento do país", um "objetivo nobre, sublinhou, mas, acrescentou, "alguns erros foram cometidos".

"Fui eleito líder do meu partido e vosso primeiro-ministro para os corrigir. Esse trabalho começa imediatamente. Vou colocar a estabilidade económica e a confiança no centro da agenda deste governo. Isto significará decisões difíceis no futuro", avisou o novo primeiro-ministro diante da porta do n.° 10 de Downing Street, a residência oficial do primeiro-ministro do Reino Unido.

"Viram-me durante a Covid-19 a fazer tudo o que podia para proteger as pessoas e as empresas com esquemas como o furlough (tr.: licença justificada para se ausentar do trabalho). Há sempre limites, e agora mais do que nunca, mas prometo-vos trazer essa mesma compaixão para os desafios que enfrentamos agora", acrescentou.

O governo que lidero não deixará a próxima geração, os vossos filhos e netos, com uma dívida por saldar que nós éramos demasiado fracos para pagar.
Rishi Sunak
Primeiro-ministro do Reino Unido

O primeiro chefe de Governo no Reino Unido de ascendência asiática prometeu "trabalhar dia após dia para" apresentar resultados aos britânicos.

"Este governo vai ter integridade, profissionalismo e responsabilidade a todos os níveis", prometeu Rishi Sunak, sem detalhar ainda as ações que prometeu tomar para mitigar o grave aumento do custo de vida que tem vindo a assolar o Reino Unido, em especial desde a concretização do Brexit e pressionado ainda pelo impacto da Covid-19 e, mais recentemente, da guerra na Ucrânia.