EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Terror energético" na Ucrânia

Milhões de ucranianos estão sem acesso à rede elétrica
Milhões de ucranianos estão sem acesso à rede elétrica Direitos de autor Emilio Morenatti/AP
Direitos de autor Emilio Morenatti/AP
De  Teresa Bizarro com Agências
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

4,5 milhões de ucranianos estão sem eletricidade desde quinta-feira. G7 compromete-se a travar a guerra pela energia na Ucrânia

PUBLICIDADE

Evitar que a Rússia "mate" ucranianos de fome de frio este Inverno. Compromisso dos sete países mais ricos do mundo declarado em Munster, na Alemanha, esta quinta-feira. No final da reunião do G7, Josep Borrell, o chefe da diplomacia da União Europeia, disse não ter dúvidas de que a destruição de infraestruturas básicas civis constitui um "crime de guerra".

"Eles não conseguem ocupar a Ucrânia. Não conseguem vencer militarmente no terreno. Não conseguem ganhar a guerra e estão a destruir o país sistematicamente. Milhões de ucranianos já não têm acesso à electricidade e o que Putin está disposto a fazer é pôr o pa ís na escuridão durante o Inverno, o que é um crime de guerra," declarou.

As exportações de cereais dos portos ucranianos recomeçaram na quinta-feira depois de a Rússia ter voltado ao acordo de corredor humanitário, mas o ataque a alvos 

A falta de energia afeta o esforço de guerra ucraniano, mas sobretudo o dia-a-dia de milhões de civis. O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky denuncia um clima de "terror energético". 40% das instalações energéticas da Ucrânia terão sido afetadas por ataques russos. "Só a partir desta noite, cerca de 4,5 milhões de consumidores em situações de emergência e de estabilização estão temporariamente desligados da electricidade," afirmou Volodymyr Zelensky.

O governo de Kiev condena mais uma vez a "deslocação forçada em massa" de habitantes da região de Kherson, ordenada por MOsvcovo.

Perante o avanço das tropas ucranianas, nas proximidades de Zaporíjia e noutras localidades das províncias de Lugansk e Donetsk há notícia de pilhagens pelas forças ocupantes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv

G7 vai explorar formas de utilizar os ativos russos congelados para ajudar Kiev

Ataque aéreo a Kharkiv faz pelo menos sete mortos. Zelenskyy condena brutalidade russa