EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Argentina celebra e prepara-se para a final do Mundial

Lionel Messi celebra vitória frente à Croácia e passagem da seleção argentina à final do Mundial do Qatar
Lionel Messi celebra vitória frente à Croácia e passagem da seleção argentina à final do Mundial do Qatar Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de adeptos celebraram no Qatar e na Argentina a passagem à final do Mundial, com uma vitória da albiceleste por 3-0 contra a Croácia

PUBLICIDADE

Os adeptos argentinos deixaram o estádio Lusail, no Qatar, em êxtase e espalharam a festa pelas ruas após a qualificação da seleção nacional para a final do Campeonato do Mundo de Futebol. Uma vitória frente à Croácia por 3-0 que não deixou dúvidas.

A correspondente da Euronews no Qatar, Laila Humairah, comenta: "Bem, as dezenas de milhares de fãs argentinos aqui no Qatar obtiveram o resultado que esperavam. Os homens de Lionel Scaloni reservaram um lugar numa final do Campeonato do Mundo pela segunda vez em 8 anos. Os adeptos argentinos já conhecem bem o estádio Lusail, e certamente irão reunir os 88 mil espetadores, torcendo por Messi e companhia no domingo".

Em Buenos Aires, a festa percorreu toda a cidade, mas foi particularmente intensa na fan zone da Plaza Intendente Seeber, onde milhares de pessoas assistiram ao jogo da seleção argentina.

As manifestações de alegria sucediam-se. Registámos as palavras de três argentinos:

"Eles conseguiram o que todos nós queríamos, todos nós queríamos ver a Argentina no topo. Há ainda um longo caminho a percorrer, mas este domingo quero chorar de alegria!

"Pomos toda a nossa fé em Messi e nos outros jogadores. Jogo após jogo, eles mostram-nos que somos os melhores do mundo!"

"Quer seja a França ou Marrocos, qualquer um dos dois, vamos acolhê-los com grande felicidade!"

"A Albiceleste ganhou as suas últimas quatro meias-finais do Campeonato do Mundo. Mas, atenção, registou duas derrotas consecutivas em finais: em 1990 e em 2014 contra a Alemanha. Agora, é toda uma nação que apoia Lionel Messi e que conta com ele para erguer o troféu mais bonito do mundo, 36 anos depois de Diego Maradona", lembra o repórter da Euronews em Buenos Aires, Cyril Fourneris.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França sonha com segundo título consecutivo

O reinado dos desportos com raquete no Catar, do ténis ao padel

Catar: promover o desporto como um pilar da nação