EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Sérvia envia tropas para a fronteira com o Kosovo

Tropas sérvias na fronteira com o Kosovo
Tropas sérvias na fronteira com o Kosovo Direitos de autor Serbian Defense Ministry Press Service/AP
Direitos de autor Serbian Defense Ministry Press Service/AP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Sérvia enviou tropas para a fronteira com o Kosovo, num contexto de fortes tensões entre a minoria sérvia e a maioria albanesa do Kosovo.

PUBLICIDADE

A Sérvia enviou tropas para a fronteira com o Kosovo, num contexto de fortes tensões entre a minoria sérvia e a maioria albanesa do Kosovo.

A decisão do presidente sérvio surge na sequência de um tiroteio, este domingo, no norte do Kosovo. Aleksandar Vucic colocou as forças armadas em alerta máximo.

"Desejo informar que estamos de facto numa situação difícil, mas daremos o nosso melhor, para preservar a paz e a estabilidade, mas também para proteger o nosso povo no norte do Kosovo e Metohija. Depois dos albaneses do Kosovo terem sido armados e terem aumentado a sua prontidão de combate, tomarei todas as medidas necessárias para proteger a nossa nação, para proteger a Sérvia", anunciou Aleksandar Vucic, presidente da Sérvia.

As forças de manutenção da paz da NATO no Kosovo anunciaram a abertura de um inquérito para apurar as causas do incidente no norte do Kosovo que não causou vítimas.

Nas últimas duas semanas, a comunidade sérvia do país tem vindo a erguer barricadas nas estradas.

Na segunda-feira, um jornal sérvio anunciou que as autoridades do Kosovo colocaram as tropas em alerta de combate total com o objetivo de realizar uma operação de desmantelamento das barricadas no norte do Kosovo e Metohija.

EUA, Reino Unido, França, Alemanha e Itália exigem fim das barricadas

A 25 de Dezembro, os embaixadores dos Estados Unidos, do Reino Unido, da França, da Alemanha e de Itália exigiram ao presidente sérvio que removesse as barricadas no prazo de 24 horas. Caso contrário, não impediriam as tentativas do primeiro-ministro do Kosovo de resolver a situação por si próprio, o que faz temer a agravação das tensões.

Os sérvios do Kosovo têm erguido barricadas para protestar contra a detenção de um ex-polícia sérvio do Kosovo durante uma manifestação contra a decisão do governo do Kosovo de substituir as matrículas de automóveis emitidas pelos sérvios por matrículas emitidas por Pristina.

A Sérvia não reconhece a independência do Kosovo, antiga província sérvia onde vivem principalmente albaneses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Berlim denuncia "retórica nacionalista" de Belgrado

Albin Kurti apela a preenchimento do vazio de segurança no norte do Kosovo

PM do Kosovo saúda reforço militar da NATO nos Balcãs