Tanques alemães para a Ucrânia ficam aquém do que Kiev tem pedido

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Christine Lambrecht, ministra da Defesa da Alemanha inspeciona os tanques que o país vai enviar para a Ucrânia
Christine Lambrecht, ministra da Defesa da Alemanha inspeciona os tanques que o país vai enviar para a Ucrânia   -   Direitos de autor  Robert Michael/(c) Copyright 2023, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten

A ministra da Defesa da Alemanha procedeu esta quinta-feira à inspeção dos veículos de combate que o país vai enviar para a Ucrânia.

Os Marder são um apoio importante de Berlim, mas ficam aquém dos tanques para a linha da frente que Kiev tem vindo a pedir.

Questionada sobre esta discrepância entre o que a Ucrânia precisa e o que a Alemanha está disposta a fornecer, a governante foi lacónica.

Christine Lambrecht afirmou: "Estamos agora a adaptar-nos a esta situação, entregando tanques Marder. E acredito que esta é a abordagem correta: não descartar nada, mas ponderar sempre o que queremos alcançar, quais são os desafios - e estar sempre atento à coordenação com parceiros internacionais, com os nossos aliados".

Em coordenação com os aliados a Alemanha deve validar a entrega dos 14 tanques Leopard 2, que a Polónia prometeu à Ucrânia, no encontro entre Andrzej Duda e Volodymyr Zelenskyy.

A entrega de armamento fabricado na Alemanha a países terceiros tem sempre de ser aprovada por Berlim.

Para além da Polónia e da Alemanha vários outros países têm vindo a anunciar o fornecimento de armamento à Ucrânia, num movimento alargado de coligação internacional.