Coligação internacional irá entregar mais de 100 tanques à Ucrânia

Tanque Leopard 2 em treinos militares da NATO, na Estónia
Tanque Leopard 2 em treinos militares da NATO, na Estónia Direitos de autor Pavel Golovkin/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Promessa foi deixada na visita a Kiev do ministro alemão da Defesa.

PUBLICIDADE

O Ministro alemão da Defesa, Boris Pistorius, fez uma visita-surpresa a Kiev esta terça-feira, quando um primeiro grupo de soldados ucranianos foi para a Alemanha fazer a formação para usar os tanques Leopard 2.

Com a visita veio o anúncio de que a Alemanha, a Dinamarca e os Países Baixos vão fornecer à Ucrânia pelo menos 100 tanques Leopard 1 renovados, a geração anterior deste equipamento.

Disse Boris Pistorius, à chegada a Kiev: "A Alemanha é o único país que até agora assumiu um compromisso desta magnitude: 14 Leopard 2 A6, o equipamento mais moderno que temos. A formação começará em breve. Acabei de me despedir aqui dos soldados ucranianos que estão a caminho da Alemanha para começar a treinar".

A Alemanha é o único país, até agora, a assumir um compromisso desta magnitude.
Boris Pistorius
Ministro alemão da Defesa

A promessa chega quando se prevê uma nova ofensiva russa, por ocasião do aniversário da invasão. Pistorius diz esperar que os tanques possam dar uma contribuição importante às forças ucranianas no campo de batalha.

"O primeiro tanque já chegou à Ucrânia", diz o ministro da defesa ucrniano, Oleksii Reznikov, segurando uma miniatura do Leopard 2 com o homólogo alemão.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Já há 12 países na "coligação dos tanques" para a Ucrânia

Volodymyr Zelenskyy assina acordos de segurança com a Alemanha e a França

Russos entram em Avdiivka pela primeira vez desde o início da guerra