EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia intensifica ofensiva em Luhansk

Militares ucranianos.
Militares ucranianos. Direitos de autor Libkos/AP
Direitos de autor Libkos/AP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A conclusão é do grupo de reflexão Instituto para o Estudo da Guerra. Veja aqui quais são os últimos desenvolvimentos no terreno:

PUBLICIDADE

O grupo de reflexão Instituto para o Estudo da Guerra avalia que a atual linha de ação russa mais provável é a intensificação iminente da ofensivana região de Luhansk, na parte oriental da Ucrânia.

As forças russas continuam a conduzir ataques terrestres na linha Svatove-Kreminna. O Ministério de Defesa do Reino Unido afirma que as forças da Rússia estão a fazer esforços ofensivos contínuos, neste local, embora cada ataque seja demasiado pequeno para conseguir um avanço significativo.

A Rússia pretende, provavelmente, inverter alguns dos ganhos obtidos pelas forças ucranianas,no período compreendido entre setembro e novembro de 2022. Há uma probabilidade realista de que o seu objetivo imediato seja avançar para oeste, até ao rio Zherberets.

As forças russas continuam a obter ganhos táticos e a conduzir ataques terrestres em torno de Bakhmut.

Grupo Wagner reinvindica conquista de localidade nos arredores de Bakhmut

O líder do grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, afirmou que as forças paramilitares russas capturaram Krasna Hora, a quatro quilómetros a norte de Bakhmut, a 12 de Fevereiro, o que é confirmado por imagens dos combatentes do Grupo Wagner, em Krasna Hora.

Kiev nega esta conquista e diz que os combates nesta zona prosseguem. O Ministério da Defesa do Reino Unido confirma que a defesa ucraniana permanece nesta área. O avanço tático russo para o sul da cidade fez provavelmente poucos progressos.

De modo global, o atual quadro operacional sugere que as forças russas estão a receber ordens para avançar na maioria dos setores, mas não reuniram poder combativo suficiente em nenhum eixo para alcançar um resultado decisivo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE resistente ao pedido da Ucrânia para sancionar setor nuclear russo

Stoltenberg diz que nova ofensiva russa na Ucrânia já começou

Ucrânia desvaloriza capacidade russa de lançar ofensiva de grande escala no leste