Sérvia: Manifestação de apoio ao governo e ao presidente em Belgrado

Manifestação de apoio ao presidente sérvio Aleksandar Vucic, no centro de Belgrado
Manifestação de apoio ao presidente sérvio Aleksandar Vucic, no centro de Belgrado Direitos de autor Darko Vojinovic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A enfrentar uma oposição sem precedentes, após os tiroteios do início de maio, o partido do poder na Sérvia promoveu uma manifestação de apoio ao governo e ao presidente.

PUBLICIDADE

Dezenas de milhares de pessoas reuniram-se em Belgrado para uma grande manifestação de apoio ao governo e ao presidente, Aleksandar Vucic, num momento de crescente descontentamento após os tiroteios em massa.

Os funcionários públicos foram encorajados a participar, tendo alguns receado perder o emprego se não o fizessem. As autoridades afirmam que a manifestação promove a unidade e a esperança, enquanto os manifestantes da oposição acusam Vucic de fomentar o desespero e a divisão.

O jornalista da Euronews, Stefan Goranovic, reporta:  "O comício do Partido Progressista Sérvio, no poder, realizou-se no centro de Belgrado nos dias em que, a convite da oposição, dezenas de milhares de pessoas protestavam insatisfeitas com a resposta do governo aos assassínios em massa que abalaram o país. 

O partido chamou à manifestação "Sérvia da Esperança" e o convite foi enviado aos cidadãos pelo presidente da Sérvia e líder do partido, Aleksandar Vucic. 

A oposição acusa o partido de ter pressionado e ameaçado funcionários de instituições estatais para participarem na manifestação. As autoridades rejeitaram essas alegações. Os comícios realizam-se no mesmo mês em que 18 pessoas foram mortas em dois assassínios em massa na Sérvia".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques na Sérvia geram discussão sobre a posse de armas

Sérvia de luto pelas vítimas de tiroteio numa escola

Zelenskyy na Albânia para cimeira com países do sudeste europeu