EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

"Chamo-me Bard, tenho limitações e nem sempre acerto": Mais uma IA na Europa

"Bard" entra na corrida da inteligência artificial europeia com o "ChatGPT"
"Bard" entra na corrida da inteligência artificial europeia com o "ChatGPT" Direitos de autor  Techengage.com
Direitos de autor  Techengage.com
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O "ajudante criativo e útil" da Google entra abre as portas na Europa e começa a somar "professores" para aprender enquanto nos promete ajudar

PUBLICIDADE

Chegou o "Bard"! A plataforma de Inteligência Artificial da Google acaba de invador a Europa e já começou a somar subscrições com promessas de criar canções sobre gastronomia portuguesa ou de ajudar o utilizador a fazer a mala para uma viagem à Turquia.

Sim, o "Bard" também "fala" português entre os mais de 40 idiomas com que se apresentou hoje aos europeus. É a entrada da gigante Alphabet na batalha pelo universo das inteligências artificiais já em competição e que, pelo menos até aqui, tem sido dominado pelo ChatGPT, da OpenAI.

O nome deste novo "cérebro" virtual aberto ao mundo pela Google significa "poeta", numa referência que nem todos vão perceber, mas que procura relevar as capacidades linguísticas desta nova ferramenta para preparar uma festa de aniversário ou para nos ensinar a fazer sushi (sim, são mais algumas das promessas iniciais do "Bard").

Encontrar este novo "poeta" é fácil. Bast perguntar por ele ao motor de busca de Google e rapidamente o "Bard" surge à nossa frente a desafiar-nos para um "date". O convite implica abrir uma conta e, antes mesmo de a concretizar, "ele" avisa logo que "nem sempre vai acertar", mas que irá "melhorar com o seu feedback".

Cumprido este primeiro passo, vem a primeira lição. Em caso de bloqueio no primeiro passo perante uma entidade que se espera tão inteligente, o "Bard" sugere algumas das promessas iniciais para nos ajudar no nosso dia-a-dia, incluindo, por exemplo, como começar um podcast.

Chega de conversa. Se leu até aqui, é o momento de saltar para lá. E depois conte-nos pelas nossas redes sociais o que lhe parece este novo "amigo" virtual que nos promete revolucionar a vida real.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?

Eleições presidenciais vão ter segunda volta na Lituânia mas Nauseda deve conseguir segundo mandato

Galeria de fotos: Auroras boreais avistadas em Portugal e outros países