EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Brasil estreia-se no Mundial feminino de futebol com "hat trick" de Ary Borges

Ary Borges festeja estreia com três golos "à Ronaldinho Gaúcho"
Ary Borges festeja estreia com três golos "à Ronaldinho Gaúcho" Direitos de autor AP Photo/James Elsby
Direitos de autor AP Photo/James Elsby
De  Francisco Marques
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Brasil mantém 100% de vitórias em estreias no Campeonato de Mundo feminino num dia em que as alemãs também deixaram um aviso

PUBLICIDADE

O Brasil entrou a golear no Campeonato do Mundo de Futebol Feminino. As "canarinhas" venceram o Panamá, por 4-0, e Ary Borges foi a estrela, assinado um hat-trick na estreia em Mundiais.

A meio-campista, de 23 anos, evolui nos Estados Unidos, onde representa o Racing Louisville. Estreou-se na seleção "verde e amarela" em 2020, foi campeã da Copa América em 2022 e faz parte da renovação operada na "canarinha" pela selecionadora Pia Sundhage.

O triunfo foi conseguido mudando aos dois e acabando aos quatro. O 3-0 foi apontado por Bia Zeneratto pouco depois do início da segunda parte, num lance "show di bola" da equipa com intervenção de Ary.

O marcador ficou fechado aos 70 minutos com o terceiro de Ary, substituída pouco depois por Marta, que cumpre o sexto mundial da carreira e no qual se pode tornar no primeiro profissional de futebol, entre homens e mulheres, a marcar em seis torneios FIFA. 

Desta vez, Marta ficou a zero. Desta vez...

Ary Borges é mesmo a estrela após este primeiro jogo do Brasil e os elogios à "garota" nascida no Maranhão e que se fez futebolista em São Paulo têm-se multiplicado.

A "canarinha" manteve o aproveitamento 100% nos jogos de estreia em Mundiais e com este triunfo assume a liderança do grupo F após o empate e zero entre a França e a Jamaica no domingo.

Alemanha e Itália entram a ganhar

Nos restantes jogos do dia, a Itália abriu a jornada a vencer a Argentina, por 1-0, com um golo da suplente Cristiana Girelli já à beira dos 90 minutos e a igualar a Suécia no topo do grupo G, com apenas menos um golo marcado.

A Itália chegou a marcar duas vezes na primeira, mas ambas as jogadas foram anuladas por fora de jogo, numa partida marcada pela grande intensidade e luta. A entrada de Girelli para os últimos 10 minutos viria a decidir a partida, com a avançada da Juventus a finalizar com eficácia um cruzamento da colega de clube Lisa Boattin.

No grupo H, a Alemanha goleou Marrocos, por 6-0, com um bis de Alexandra Popp, de 32 anos, a abrir o marcador. 

As germânicas assumiram a liderança à condição, sendo que Coreia do Sul e Colômbia fecham a primeira jornada do grupo (e do Mundial) esta terça-feira, às 03h da manhã, hora de Lisboa. Só com um score inimaginável a esta hora poderão as coreanas ou as colombianas tirar as alemãs do topo.

Abre a segunda jornada

Além do embate das asiáticas e das sul-americanas, a fechar a primeira ronda de duelos, esta terça-feira marca o arranque da segunda jornada. 

No grupo A, no segundo jogo do dia, a anfitriã Nova Zelândia enfrenta as Filipinas (06h30) e, em caso de triunfo, pode dar um passo importante rumo à qualificação. 

Se a Noruega vencer a Suíça no terceiro e último duelo do dia (10h), as neozelandeses ficarão ainda dependentes dos resultados na terceira jornada da fase de grupos, mas se as helvéticas ganharem, será entre estas e as anfitriãs a discussão sobre quem passa em primeiro e segundo dos grupo A.

Portugal, que se estreou no domingo com uma derrota (0-1) diante das vice-campeãs do Mundo, os Países Baixos, só volta a jogar na quinta-feira, enfrentando o Vietname, a seleção mais acessível do grupo E, liderado pelas campeãs do mundo, os Estados Unidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inglaterra vence e salta para o topo do grupo D no Mundial Feminino

Equipas anfitriãs entram a ganhar no Mundial feminino

Secas, desertificação, ondas de calor: a crise climática atinge duramente a Sicília