EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

União Europeia ou Estados Unidos? Mostramos-lhe quem está a ajudar mais a Ucrânia

Equipamento militar para ajudar a Ucrânia a contra-atacar a invasão russa
Equipamento militar para ajudar a Ucrânia a contra-atacar a invasão russa Direitos de autor AP Photo/Libkos
Direitos de autor AP Photo/Libkos
De  Sophia Khatsenkova
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A discussão levantou-se e um comissário europeu assegurou que o esforço da UE é to grande como o americano. Sophia Khatsenkova explica-lhe os valores em jogo na ajuda ao esforço de guerra da Ucrânia

PUBLICIDADE

De onde recebeu a Ucrânia mais ajuda, da União Europeia ou dos Estados Unidos? Nesta edição do "The Cube" verificamos os dados conhecidos e explicamos-lhe quem está a contribuir mais para o esforço de defesa ucraniano contra a invasão militar da Rússia.

O comissário europeu para o Mercado Interno da União Europeia alega que as contas do apoio estão equilibradas entre os dois maiores aliados da Ucrânia.

Estará certo, Thierry Breton? Os Estados Unidos não são o maior apoio da Ucrânia?

Fomos analisar alguns dados disponibilizados pelo Instituo Kiel, na Alemanha, onde têm sido contabilizadas as contribuições para o esforço de guerra ucraniano e de fevereiro até maio deste ano a diferença era de três mil milhões de euros, com a Casa Branca a liderar na ajuda.

Mas quando olhamos à ajuda humanitária, a ajuda europeia é o dobro da americana.

Em termos militares, o Pentágono tem sido o grande apoio da Ucrânia, embora proporcionalmente o apoio de alguns países europeus seja muito maior em relação à dimensão das respetivas economias. É o caso da Estónia.

Desde maio, no entanto, os Estados Unidos têm vindo a anunciar novos pacotes de ajuda, nomeadamente com o fornecimento das muito controversas bombas de fragmentação.

Veja os números no nosso vídeo no topo desta página, oiça o esclarecimento e tire as suas conclusões. Não se deixe iludir pela desinformação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O que acontece se o governo dos Estados Unidos paralisar este fim de semana?

15 feridos em explosão na cidade russa de Taganrog

Guerra na Ucrânia: dez mil pessoas obrigadas a abandonar Kharkiv