EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Confrontos no Senegal após líder da oposição ser acusado de insurreição e partido dissolvido

Confrontos entre a polícia e apoiantes da oposição no Senegal
Confrontos entre a polícia e apoiantes da oposição no Senegal Direitos de autor GUY PETERSON/AFP or licensors
Direitos de autor GUY PETERSON/AFP or licensors
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ousmane Sonko, que se quer candidatar às próximas presidenciais, estava há alguns dias em prisão domiciliária e, em junho, já tinha sido condenado in absentia por corromper moralmente uma jovem.

PUBLICIDADE

Houve confrontos entre manifestantes e a polícia, após o líder da oposição senegalesa Ousmane Sonko ter sido acusado de fomentar a insurreição e o seu partido dissolvido. Sonko, que está em prisão domiciliária há alguns dias, é candidato às presidenciais do próximo ano.

Em junho, o líder da oposição já tinha sido condenado a dois anos prisão in absentia por corromper moralmente uma jovem senegalesa.

O Governo restringiu o acesso à internet para evitar a propagação do que designou como "mensagens de ódio e subversivas".

No mês passado, o atual presidente do Senegal anunciou que não concorreria a um terceiro mandato, mas deve utilizar o seu peso político para apoiar um candidato do seu partido.

Esta turbulência vem agitar um país há muito considerado um bastião da democracia na África Ocidental.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Oposição já festeja vitória nas presidenciais do Senegal

Quatro detidos por alegada invasão da casa de campo do primeiro-ministro britânico

Polícias francesa e espanhola simulam ataque terrorista em preparação para os Jogos Olímpicos