EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Kim Jong-Un promete "apoio total e incondicional" a Putin

Kim Jong Un com Vladimir Putin
Kim Jong Un com Vladimir Putin Direitos de autor Mikhail Metzel/Sputnik/AP
Direitos de autor Mikhail Metzel/Sputnik/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ocidente teme que encontro entre líderes russo e norte-coreano conduza a apoio militar de Pyongyang na invasão russa da Ucrânia

PUBLICIDADE

Kim Jong-Un prometeu "apoio total e incondicional" a Vladimir Putin num encontro no extremo leste da Rússia, que o Ocidente teme que conduza a um acordo de fornecimento de armas para a guerra na Ucrânia.

O líder da Coreia do Norte foi recebido pelo presidente russo no Cósmodromo de Vostochny, na região de Amur, na Sibéria.

Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte:"Estamos confiantes de que o Exército e povo russo obterão uma grande vitória na luta justa para punir os grupos maléficos que procuram a hegemonia, expansão e ambição e para criar um ambiente de desenvolvimento estável."

Vladimir Putin, presidente da Rússia:"As nossas relações foram fundadas durante a luta da Coreia pela liberdade, em 1945, quando os soldados soviéticos e coreanos esmagaram, lado-a-lado, os militaristas japoneses. Também hoje, esforçamo-nos por reforçar os laços de camaradagem e de boa vizinhança."

Os Estados Unidos avisaram que Pyongyang "pagaria um preço" se enviasse apoio militar para a invasão russa da Ucrânia.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse, por seu lado, que qualquer cooperação com a Coreia do Norte "deve respeitar as sanções" das Nações Unidas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lula abre a assembleia-geral da ONU antes do frente-a-frente com Zelenskyy

Kim Jong Un regressa a casa depois de concluir viagem ao Extremo Oriente russo

Putin substitui Shoigu porque quer Ministério da Defesa "aberto à inovação"