EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ucrânia reivindica ataque à Crimeia

O alegado ataque ocorre um dia depois de os mísseis russos terem bombardeado cidades em toda a Ucrânia
O alegado ataque ocorre um dia depois de os mísseis russos terem bombardeado cidades em toda a Ucrânia Direitos de autor AP/Sevastopol Governor Mikhail Razvozhaev telegram channel
Direitos de autor AP/Sevastopol Governor Mikhail Razvozhaev telegram channel
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Rússia tinha divulgado um vídeo que mostrava colunas de fumo sobre a sede da Frota do Mar Negro, em Sebastopol

PUBLICIDADE

A Ucrânia reivindicou o "ataque conseguido" à sede da frota russa na Crimeia. O Ministério da Defesa russo tinha declarado que o quartel-general da Frota do Mar Negro em Sebastopol havia sido atacado por um míssil ucraniano. 

Foi divulgado um vídeo que mostrava colunas de fumo sobre o edifício. Segundo as declarações iniciais, um militar terá sido morto.

De acordo com o governador russo de Sebastopol, Mikhail Razvozhayev, não há feridos a registar nas imediações do quartel-general, para onde acorreram bombeiros e equipas de emergência.

O Ministério da Defesa disse ainda que cinco mísseis foram abatidos pelos sistemas de defesa aérea russos. 

Chegou a ser lançado um alerta para que a população local permanecesse em casa. Agora as autoridades aconselham apenas os habitantes a não se deslocarem ao centro da cidade. A cidade portuária de Sebastopol é a principal base da frota russa do Mar Negro.

O ataque ocorre um dia depois de os mísseis e a artilharia russa terem bombardeado cidades em toda a Ucrânia, matando pelo menos cinco pessoas.

Entretanto, Volodymyr Zelenskyy reuniu-se com Joe Biden e os líderes do Congresso em Washington, estando em cima da mesa um pacote de ajuda adicional a Kiev de 24 mil milhões de dólares.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin diz que Crimeia regressou a casa no 10.º aniversário da anexação da região

Rússia divulga imagens de reunião com Almirante dado como morto por Kiev

Ataque aéreo da Rússia mata duas pessoas em Kherson