Mulher acusada de assassinar blogger russo foi condenada a 27 anos de prisão

Darya Trepova foi condenada por vários crimes, incluido terrorismo
Darya Trepova foi condenada por vários crimes, incluido terrorismo Direitos de autor AP Photo/Dmitri Lovetsky
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Darya Trepova, de 26 anos, acusada de matar um blogger russo numa explosão num café em São Petersburgo em 2023, foi condenada a 27 anos de prisão.

PUBLICIDADE

Darya Trepova, de 26 anos, acusada de matar um blogger russo em abril de 2023, foi condenada a 27 anos de prisão.  

Vladlen Tatarsky foi morto por uma bomba escondida dentro de uma estatueta que Trepova lhe tinha oferecido como presente durante uma palestra que estava a dar num café de São Petersburgo. A explosão fez outros 52 feridos.

Darya Trepova foi condenada por várias acusações, incluindo terrorismo, tráfico ilegal de explosivos e falsificação de documentos.

Tatarsky fazia parte de um grupo de conhecidos bloggers que defendiam a ação militar do Kremlin na Ucrânia e apresentava relatórios regulares sobre os combates.

Trepova foi apanhada em imagens das câmaras de vigilância a entregar a Tatarsky o busto momentos antes da explosão num café no coração histórico da segunda maior cidade da Rússia.

No julgamento, a mulher de nacionalidade russa insistiu que não sabia que o busto continha uma bomba. 

Imediatamente após o atentado, a Rússia acusou a Ucrânia de ter orquestrado o assassinato de Tatarsky. Kiev não reivindicou nem negou o envolvimento na morte do blogger russo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Explosão em café de São Petersburgo mata blogger pró-russo

Moscovo acusa Kiev de estar por trás de explosão em São Petersburgo

Bloguista militar morto numa explosão num bar em São Petersburgo