Governo de Hong Kong quer explicações para ausência de Messi em jogo amigável

Messi não jogou em Hong Kong
Messi não jogou em Hong Kong Direitos de autor Louise Delmotte/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Inter Miami de Messi enfrentou em Hong Kong uma seleção local e argentino não saiu do banco. Governo pede explicações ao organizador do evento. Os adeptos, alguns dos quais pagaram mais de 600 dólares, não esconderam o descontentamento e até pedem reembolsos.

PUBLICIDADE

O Inter Miami, equipa de Lionel Messi, jogou este domingo em Hong Kong diante de uma seleção local em partida amigável de pré-temporada e venceu por 4-1, mas não foi o resultado que deixou os adeptos da casa furiosos. 

A equipa norte-americana, de que David Beckham é um dos co-proprietários, alinhou de início com Sergio Busquets e Jordi Alba, sendo que Messi, a grande atração do evento, ficou no banco ao longo de toda a partida devido a lesão. 

Os quase 40.000 adeptos que encheram o estádio de Hong Kong, com alguns a pagarem mais de 600 dólares pelo bilhete, assobiaram Messi e Beckham e alguns chegaram mesmo a exigir reembolso.  

O governo de Hong Kong quer explicações do organizador do evento - a Tatler Asia - argumentando que o acordo de financiamento do espetáculo exigia que Messi jogasse pelos menos 45 minutos, salvo se houvesse razões de segurança ou saúde que o impedissem.   

O ministro do desporto de Hong Kong, Kevin Yeung, sublinha que os organizadores garantiram a presença de Messi no relvado durante o encontro. Quando soube que Messi não tinha condições para ir a jogo devido a lesão, Yeung pediu que o argentino passasse algum tempo com os fãs, algo que também não aconteceu. 

A organização, que recebeu dois milhões de dólares do governo de Hong Kong, manifestou "extrema deceção" por Messi e Luis Suárez não terem podido jogar, insistindo não ter informação atempada de que ambos estavam sem condições de atuar.   

O treinador do Inter Miami, Gerardo Martino, referiu que a decisão de não pôr Messi a jogar foi tomada em cima da hora do encontro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O famoso guardanapo que garantiu a transferência de Messi para o Barça vai ser leiloado por 350 mil euros

Lionel Messi vence a Bola de Ouro pela oitava vez

Nem uma forte tempestade parou o "show" de Messi e Busquets no Inter Miami