Contagem decrescente para a segunda volta das presidenciais finlandesas

Alexander Stubb, antigo primeiro-ministro, lidera as sondagens
Alexander Stubb, antigo primeiro-ministro, lidera as sondagens Direitos de autor Markku Ulander/Lehtikuva via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alexander Stubb lidera as sondagens, mas Pekka Haavista tem ganho terreno nos últimos dias.

PUBLICIDADE

As questões externas e de segurança dominam o clima na Finlândia antes da segunda volta das presidenciais, no domingo.

Os dois candidatos são o antigo primeiro-ministro de centro-direita Alexander Stubb e o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Pekka Haavista, dos Verdes. Ambos defendem que o recém-empossado país membro da NATO adote uma posição dura contra a Rússia. Stubb lidera as sondagens, mas Haavista tem ganho terreno nos últimos dias.

Diz Juhana Aunesluoma, professora de História Política na Universidade de Helsínquia: "Algumas pessoas vão decidir-se no sábado, talvez até no domingo, no dia das eleições. Por isso, estão a fazer uma campanha muito ativa até ao fim. Mas é improvável que haja novas aberturas, que as coisas sejam visíveis nos últimos dias. O que torna a situação entusiasmante é o facto de a diferença entre eles estar a diminuir".

Os candidatos do Partido Finlandês, de extrema-direita, e do Partido do Centro foram eliminados na primeira volta das eleições. Estes votos, que representam até 20% do eleitorado, podem ser cruciais para decidir o resultado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Entre a Finlândia e a Rússia: uma fronteira fechada

Finlândia: alegada exclusão de candidato levanta polémica nas eleições

Finlândia prolonga por mais um mês encerramento da fronteira com a Rússia