EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Recordista mundial da maratona Kelvin Kiptum morre aos 24 anos em acidente

Kiptum bateu o recorde mundial na maratona de Chicago, em outubro
Kiptum bateu o recorde mundial na maratona de Chicago, em outubro Direitos de autor AP Photo / Alberto Pezzali
Direitos de autor AP Photo / Alberto Pezzali
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Foi o primeiro homem a correr a maratona abaixo da marca de duas horas e um minuto e era o grande favorito para os próximos Jogos Olímpicos.

PUBLICIDADE

O recordista mundial da maratona, Kelvin Kiptum, morreu aos 24 anos num acidente de automóvel no Quénia, país de onde era natural. O acidente custou ainda a vida ao treinador e deixou uma mulher ferida em estado grave.

Kiptum arrebatou o recorde mundial da maratona em Chicago, em outubro, ao compatriota Eliud Kipchoge, ao tornar-se no primeiro atleta a correr os 42 quilómetros em menos de duas horas e um minuto, naquela que foi apenas a sua terceira maratona. Para abril, em Roterdão, tinha agendado a tentativa de passar, pela primeira vez, abaixo da marca das duas horas. Era o grande favorito para os Jogos Olímpicos de Paris, este verão.

A morte de Kiptum está a ser lamentada por personalidades que vão do desporto à política, como o ex-recordista Kipchoge ou o presidente do Quénia, William Ruto.

No caso de Kipchoge, são várias as críticas no X (antigo Twitter) por ter sido rápido em lamentar a morte de Kiptum, mas não lhe ter dado os parabéns quando bateu o recorde.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kelvin Kiptum vence a Maratona de Chicago e conquista recorde mundial

Kipchoge tira 30 segundos ao recorde da maratona

Oscar Pistorius libertado da prisão