Estados Unidos anunciam pacote de ajuda militar à Ucrânia de 300 milhões de dólares

Antony Blinken, Biden e Lloyd Austin
Antony Blinken, Biden e Lloyd Austin Direitos de autor Andrew Harnik/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pentágono conseguiu poupanças nos contratos que lhe permitiram voltar a ajudar Kiev, mas trata-se de uma "oportunidade única" que não deve repetir-se. Ucrânia continua à espera que se resolva impasse no Congresso dos EUA para receber pacote de assistência de 60 mil milhões de dólares.

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos vão ajudar a Ucrânia com mais um pacote de equipamentos militares no valor de 300 milhões de dólares - cerca de 275 milhões de euros -, depois de terem conseguido poupanças nos custos dos contratos do Pentágono.

Washington vai conseguir colmatar algumas das necessidades de Kiev que, ainda assim, continuará a sofrer com a escassez de munições, aguardando que o Congresso norte-americano possa ultrapassar o impasse que se mantém há meses para a aprovação de um novo pacote de ajuda à Ucrânia no valor de cerca de 60 mil milhões de dólares.

Apesar das poupanças conseguidas, que permitiram reunir os fundos para esta ajuda adicional às forças ucranianas, as forças armadas norte-americanas não só não têm mais dinheiro para Kiev como admitiram, recentemente, que têm um saldo negativo de pelo menos 10 mil milhões de dólares, cerca de nove mil milhões de euros, dinheiro que será necessário para repor todas as armas que foram retiradas das reservas de Washington para ajudar Kiev a combater a invasão russa, refere a AP.

Este é o primeiro pacote de ajuda à Ucrânia anunciado pelos Estados Unidos desde dezembro de 2023, mês em que o Pentágono admitiu que já não tinha fundos para continuar a apoiar Kiev, dependendo da ação do Congresso.

"Esta não é uma forma sustentável de ajudar Kiev", admitiu o major-general Pat Ryder, porta-voz do Pentágono, acrescentando que não deverá repetir-se a "oportunidade única" de poupança que permitiu agora enviar mais dinheiro a Kiev.

Espera-se que este pacote contenha mísseis antiaéreos, projéteis de artilharia e sistemas de blindagem.

"Este pacote é a 55.º tranche de assistência, avaliada em cerca de 300 milhões de dólares, e inclui recursos para apoiar no imediato a defesa aérea da Ucrânia, artilharia e requisitos antitanque", precisou o porta-voz do Pentágono.

O anúncio da ajuda norte-americana surge no momento em que os líderes polacos se encontram em Washington para pressionar os Estados Unidos a ultrapassarem o impasse sobre a continuação da ajuda militar à Ucrânia, num momento crítico da guerra. Os republicanos da Câmara dos Representantes, porém, continuam a defender que a segurança das fronteiras norte-americanas deve ser a prioridade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques ucranianos contra a Rússia intensificam-se

Primeiro clube de futebol da Ucrânia para veteranos com amputações

Drones e mísseis ucranianos atingem refinarias de petróleo russas, diz Moscovo