EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Presidente do Chipre quer que corredor naval humanitário de Gaza "seja um modelo"

Corredor naval humanitário
Corredor naval humanitário Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em entrevista com o presidente do Chipre, Nikos Christodoulides elogia a abertura de um corredor naval humanitário para Gaza e destaca o papel de seu país na iniciativa.

PUBLICIDADE

O Presidente de Chipre, Nikos Christodoulides, explicou numa entrevista à euronews que o corredor marítimo, que foi aberto para o transporte de ajuda humanitária para Gaza, representa um passo particularmente significativo. E que para isso é necessário que seja apoiado pela comunidade internacional. O chefe de Estado da nação europeia também destacou as peculiaridades da iniciativa.

"Primeira suspensão do bloqueio naval em Gaza em 17 anos"

"Esta é a primeira vez em 17 anos que o bloqueio naval israelita em Gaza foi suspenso, e isso apenas para navios que saem do Chipre. Estou satisfeito por os meus colegas do Conselho Europeu terem reconhecido o papel do nosso país e a importância do corredor humanitário", explicou Christodoulides.

Segundo o presidente cipriota, o projeto "também pode desempenhar um papel na reconstrução de Gaza, pois é um modelo, um exemplo que pode ser aplicado em muitas das crises que temos na região".

O primeiro navio a operar no corredor humanitário foi o Open Arms

Uma primeira viagem, que de fato inaugurou o corredor humanitário, foi realizada pelo navio Open Arms, que transportou 200 toneladas de ajuda alimentar essencial para os cidadãos de Gaza, cuja situação é cada vez mais dramática. Uma segunda nave está pronta.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Requerentes de asilo: a República de Chipre numa encruzilhada

Cipriotas deram as mãos e asseguraram novo título do Guinness

Altos funcionários de mais de 30 países reunidos em Chipre para discutir ajuda humanitária a Gaza