EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Parlamento grego vota hoje acordo sobre novo nome da Macedónia

Parlamento grego vota hoje acordo sobre novo nome da Macedónia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Voltou a haver confrontos em frente ao Parlamento Grego, entre a polícia e os manifestantes que protestam contra o acordo sobre o novo nome da Macedónia. Dentro do edifício, o número elevado de deputados que queriam usar da palavra não permitiu que o documento fosse a votos na quinta-feira.

PUBLICIDADE

Voltou a haver confrontos em frente ao Parlamento Grego, entre a polícia e os manifestantes que protestam contra o acordo sobre o novo nome da Macedónia. Dentro do edifício, o número elevado de deputados que queriam usar da palavra não permitiu que o documento fosse a votos na quinta-feira, como previsto. A votação acabou adiada para esta sexta-feira. Os manifestantes não querem que o acordo seja ratificado.

O acordo prevê que a antiga república jugoslava da Macedónia passe a chamar-se "República da Macedónia do Norte". Uma parte da sociedade grega não aceita que o país vizinho use o étimo "Macedónia", que é também o nome de uma região do norte da Grécia, na qual se inclui a cidade de Salónica. Foi a partir desta região que Alexandre, o Grande, terá iniciado a expansão do império e os gregos parecem temer que os macedónios se pudessem tentar apropriar desta herança cultural.

"Se dermos este passo, a história vai dar razão à Grécia, porque a Grécia aproveitou uma oportunidade, lutou, e agora tornou-se o patrocinador da estabilidade e do crescimento comum nos Balcãs. A nossa história e os nossos valores não nos permitem ser um outsider dos desenvolvimentos internacionais", disse o primeiro-ministro Alexis Tsipras.

"A Grécia vai poder a qualquer altura vetar o processo de Skopje, juntando-se à família europeia. E este é um direito que o nosso país tem e do qual eu não vou desistir", afirmou o líder da oposição, Kyriakos Mitsotakis.

A votação do acordo vai decorrer esta tarde. Ao mesmo tempo haverá um protesto à porta do Parlamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ativista italiana candidata às eleições europeias passa para prisão domiciliária na Hungria

Partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha expulso do grupo Identidade e Democracia

"Comportamento anómalo": homem que fez ameaça de bomba na sede do Chega levado para unidade de saúde