"Vamos fazer a Rússia pagar pela destruição", garante Von der Leyen

Von der Leyen pretende implementar mais sanções contra a Rússia a partir de 24 de fevereiro
Von der Leyen pretende implementar mais sanções contra a Rússia a partir de 24 de fevereiro Direitos de autor AP/Ukrainian Presidential Press Office
Direitos de autor AP/Ukrainian Presidential Press Office
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano quer começar conversações para aderir à UE já em 2023

PUBLICIDADE

Em Kiev, tomam-se decisões para toda a União Europeia. A cimeira desta sexta-feira formalizou os próximos apoios à Ucrânia e começou a responder à pretensão de adesão do país ao bloco europeu.

Ursula von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia, chegou a Kiev esta quinta-feira, juntamente com o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell e quinze comissários para se reunirem com Volodymyr Zelenskyy. A deslocação em si é já uma forte manifestação do empenho de Bruxelas em fazer face a Moscovo.

Estes foram alguns dos principais desenvolvimentos durante o dia. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes da UE sob pressão de Zelenskyy para reforçar as defesas aéreas da Ucrânia

Debate sobre o futuro do Pacto Ecológico reacende profundas divisões

"O sangue das crianças palestinianas está nas vossas mãos!": homem interrompe von der Leyen