EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Segundo vulcão entra em erupção em Itália

Vista aérea do vulcão da ilha de Stromboli durante a atividade eruptiva no sul de Itália, quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007.
Vista aérea do vulcão da ilha de Stromboli durante a atividade eruptiva no sul de Itália, quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007. Direitos de autor FRANCESCO SAYA/AP
Direitos de autor FRANCESCO SAYA/AP
De  Euronews com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A atividade vulcânica intensificou-se em Itália, com o Monte Stromboli a expelir cinzas e lava ao largo da costa da Sicília, depois de ontem o vulcão Etna ter entrado em erupção.

PUBLICIDADE

O vulcão Stromboli, na pequena ilha do Monte Stromboli o norte da costa da Sicília, entrou em erupção esta semana, com cinzas e lava a cair no mar.

O espetáculo impressionante até pode parecer cinematográfico, mas a situação preocupa a Proteção Civil que já lançou o alerta vermelho.

A Proteção Civil garante que "está em curso a verificação de todos os materiais, meios, recursos médicos, pessoal, bases logísticas e do plano de assistência às pessoas frágeis, a fim de garantir a prontidão operacional em caso de evolução dos fenómenos."

A evolução desta erupção está a ser monitorizada por especialistas do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia, que estão também a acompanhar a situação do Etna, que entrou ontem em erupção.

Os dois vulcões estão situados a apenas 180 km de distância um do outro.

Os meios de comunicação social locais informam que os bombeiros italianos já reforçaram a vigilância do vulcão na sequência da intensificação da atividade eruptiva.

A Guarda Costeira do país tem estado ocupada desde ontem com barcos de patrulha, turnos e aviões sob a coordenação do Departamento de Proteção Civil italiano.

O que se sabe mais sobre o vulcão Stromboli?

Stromboli é um dos vulcões mais ativos do mundo - conhecido pelas suas erupções regulares, mas normalmente menores - que perde lava a partir de aberturas no interior da sua cratera.

Está ativo há milhares de anos. Com uma área de 12,6 quilómetros quadrados, a ilha representa o terço superior do vulcão.

As pequenas erupções, muitas vezes visíveis da ilha e do mar circundante, deram origem à sua alcunha de "Farol do Mediterrâneo".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vulcão Etna, o mais ativo da Europa, entrou em erupção

Parlamento Europeu: a primeira vez para os jovens deputados

Maré vermelha em Madrid para receber os campeões europeus