Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Ronaldo marca mas é a Juventus quem festeja... para já

Liga dos Campeões: Ronaldo marca mas é a Juventus quem festeja... para já
Tamanho do texto Aa Aa

A Juventus venceu esta terça-feira o Real Madrid, por 2-1, no jogo que abriu as meias-finais da presente edição da Liga dos Campeões.

Os “bianconeri” entraram muito fortes na partida e aos nove minutos chegaram ao golo, por Álvaro Morata, jogador que os italianos contrataram aos “merengues” em julho, por 20 milhões de euros. O avançado marcou em recarga a um remate de Tevez, defendido a custo por Iker Casillas. Morata não festejou o golo marcado ao clube onde se formou.

O Real Madrid reagiu de pronto e Toni Kroos colocou Buffon à prova. Ancelotti preferiu o reforço do meio campo com Isco a um tridente ofensivo, com “Chicharito” Hernandez entre Ronaldo e Bale, mas em desvantagem pediu à equipa para subir e Ronaldo começou a aparecer em jogo.

Aos 24 minutos, o português avisou e, aos 27, marcou mesmo. Trabalho de James Rodríguez pela direita, cruzamento de bandeja e Cristiano Ronaldo só teve de encostar da cabeça para o empate. Foi o nono golo do português na presente edição da prova e que lhe permitiu isolar-se como máximo goleador na história da Liga dos Campeões, agora com 76 golos — mais um que Messi, que entra em campo esta quarta-feira, diante do Bayern de Munique.

Sobre o intervalo, o Real voltou a cheirar o golo. Isco cruzou da esquerda e coube, desta feita, a James Rodríguez o cabeceamento, mas a bola bateu com estrondo na barra.

Na segunda parte, a “Juve” voltou a entrar bem na partida. Aos 58 minutos, Carvajal derrubou Tevez na área, grande penalidade que o argentino aproveitou para voltar a adiantar os anfitriões no marcador.

Ancelotti trocou Isco por Hernandez, mas o mexicano desta feita não conseguiu mexer com a equipa. A equipa de Massimiliano Allegri mostrou-se preparada para enfrentar um tridente ofensivo e deu pouco espaço ao ataque espanhol, passando a jogar em claro contra-ataque, colocando Casillas em sobressalto.

O jogo foi equilibrado, com oportunidades repartidas, maior posse de bola dos visitantes, mas num domínio algo consentido pelos anfitriões. No final, prevaleceu a vantagem “bianconera” no marcador. A segunda mão está marcada para a próxima terça-feira no Santiago Bernabéu, em Madrid.

Ficha de jogo
Juventus: Buffon; Chiellini (A), Bonucci (A), Lichsteiner e Evra; Marchisio, Pirlo, Arturo Vidal (A) e Sturaro (64’, Barzagli); Morata (77’, Llorente) e Tévez (85’, Pereyra).
Real Madrid: Casillas; Carvajal (A), Pepe, Varane e Marcelo (A); Sergio Ramos; Isco (63’, “Chicharito” Hernandez), Kroos e James Rodríguez (A); Cristiano Ronaldo e Gareth Bale (87’, Jesé).
Golos: Morata (9’) e Carlos Tevez (58’ gp); Cristiano Ronaldo (27’)