Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Greve no Porto de Setúbal afeta Autoeuropa

Greve no Porto de Setúbal afeta Autoeuropa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Há uma semana que a maioria dos trabalhadores do Porto de Setúbal, com contratos precários, não trabalha. Estão contra a assinatura de contratos de trabalho, sem termo, apenas para 30 deles quando a maioria trabalha aqui há muitos anos:

António Mariano, presidente do Sindicato dos Estivadores do Centro e Sul, explica:

" precariedade nesse porto é extrema. Há trabalhadores há 20 e mais anos ali a trabalhar e todos os dias estão despedidos. Mas, os trabalhadores precários em Setúbal são 90 por cento dos trabalhadores do porto", que assinam contratos diários..

Enquanto não se resolve o duelo entre a entidade patronal e os funcionários o Porto de Setúbal está praticamente parado. Uma situação que pode vir a afetar a produção da Autoeuropa. Há milhares de viaturas à espera de saírem de Portugal e a capacidade de armazenamento na fábrica é reduzida o que poderá levar a que se pare a produção de automóveis.