Última hora

Espanha aprova salário mínimo de 900€

Espanha aprova salário mínimo de 900€
Tamanho do texto Aa Aa

O Governo espanhol aprovou, esta sexta-feira, em Barcelona, a subida do salário mínimo do país.

O Executivo reuniu-se na capital da Catalunha onde aprovou, também, medidas simbólicas para a região, onde se inclui a renomeação do aeroporto para Josep Torradellas, o primeiro presidente catalão após o fim da ditadura em Espanha.

"É uma decisão que transmite uma mensagem de harmonia, compreensão e diálogo reconhecendo a figura do presidente Tarradellas", anunciou a porta-voz do Governo Isabel Celaá.

O Governo decidiu, ainda, contrariar um julgamento do período da ditadura que levou à execução do antigo líder catalão Lluis Companys, por fuzilamento, em 1940.

Celaá afirmou que "com este acordo, rejeita-se e condena-se o conselho de guerra que decidiu a sua execução e proclama-se pública e solenemente o reconhecimento e restituição da plena dignidade do Presidente Companys".

Nas medidas aprovadas pelo Executivo de Pedro Sánchez inclui-se a subida do salário mínimo nacional para os 900 euros; o aumento de 2,25% do salário dos funcionários públicos; a disponibilização de mais de cem milhões de euros para melhorias nas estradas catalãs; e ainda, um plano especial de emprego para as Canárias, no valor de 42 milhões de euros.

O Conselho de Ministros reuniu-se em Barcelona rodeado de fortes medidas de segurança. Foram várias as manifestações de protesto, por toda a Catalunha.

Pelo menos, onze pessoas foram detidas e mais de 30 ficaram feridas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.