A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polónia promete punir os envolvidos no caso da carne de vacas doentes

Polónia promete punir os envolvidos no caso da carne de vacas doentes
Direitos de autor
REUTERS/Matej Leskovsek
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vários países europeus estão a destruir a carne de vaca imprópria para consumo proveniente de um matadouro ilegal na Polónia. 2,7 toneladas de carne de animais doentes foram exportadas para 12 países, entre eles Portugal. As autoridades lusas confiscaram e destruíram 99 quilos de carne, depois de um alerta de Bruxelas.

"De acordo com as autoridades polacas, não há risco para o consumo, mas a Comissão Europeia vai mandar uma equipa de inspetores na segunda-feira para ajudar as autoridades polacas a investigarem o caso e a avaliarem a situação no terreno, para ver o que aconteceu exatamente e como é que se pode prevenir casos destes no futuro", disse Anca Paduraru, porta-voz para os projetos da Comissão Europeia relativos à Saúde, Segurança Alimentar e Energia.

O caso das vacas doentes, cuja carne era vendida, foi denunciado pela televisão polaca. O Ministro da Agricultura, Jan Krzysztof Ardanowski, promete que todos os envolvidos vão ser punidos. "Não interessa se foi o dono do matadouro, ou o empregado, ou o motorista, ou o agricultor que participou... Todos têm de ser punidos. Vou garantir que isso aconteça. Os ladrões e os burlões que fizeram isto, prejudicaram a imagem dos alimentos polacos de uma maneira não mensurável", sublinhou.

A Polónia encerrou de imediato o matadouro, no noroeste do país. E o chefe dos Serviços Veterinários assegura que as análises à carne revelam que não supõe qualquer risco para a saúde.