A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grande Slam de Ecaterimburgo chega ao fim com medalha de bronze para a portuguesa Rochele Nunes

Grande Slam de Ecaterimburgo chega ao fim com medalha de bronze para a portuguesa Rochele Nunes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A judoca naturalizada portuguesa Rochele Nunes conquistou este domingo a medalha de bronze no torneio de +78 kg do Grande Slam de Ecaterimburgo, na Rússia.

No combate pelo bronze, Rochele Nunes não precisou de entrar no tatami, beneficiando da lesão da sua adversária, segunda classificada da hierarquia mundial, a bósnia Larisa Ceric.

No seu combate inaugural, Rochele Nunes venceu por ippon a russa Kseniia Chibisova, que ocupa a 20ª posição do ranking mundial, perdendo depois nos quartos de final, frente à brasileira Maria Suelen Altheman, quinta da hierarquia, por acumulação de shidos.

Rochele Nunes venceu na repescagem a holandesa Tessie Savelkouls por ippon, em 30 segundos.

O Homem do Dia

Cada um dos combates de Arman Adamian, a competir em -100kg, levou o público da casa ao rubro. O russo começou por vencer o austríaco Laurin Boehler com um kouchi para ippon.

Em seguida, lutou contra o grande Shady Elnahas, do Canadá, fazendo frente aos seus famosos golpes de quadril com um enorme Ura-nage, que lhe valeu a vitória.

Na meia-final, o russo derrotou o judoca Peter Paltchik, de Israel, em menos de 20 segundos, com outro Kouchi para ippon. E o público em casa não parava de aplaudir.

Na final defrentou o seu compatriota Kirill Denisov, famoso pelos seus rápidos golpes de pernas. Mas determinado a alcançar o triunfo, Arman Adamian contrariou os Ashi-waza de Denisov, e revelou-se o nosso homem do dia.

Nação anfitriã líder da tabela de medalhas

Mas houve ainda mais ouro para a Rússia. Na final de +100kg, Tamerlan Bashaev superou o vencedor da medalha de bronze nos Olímpicos Or Sasson, do Israel, nos segundos finais do combate. A terceira medalha de ouro para a Rússia, a líder da tabela de medalhas.

A Mulher do Dia

A competir em -78kg, a nipónica Mao Izumi foi a nossa mulher do dia. O seu excelente nível em técnicas de estrangulamento valeu-lhe a vitória sobre a brasileira ex-campeã do mundo Mayra Aguiar. Uma estreia coroada com o seu primeiro título num Grand Slam. Inesquecível.

Mao Izumi e Mayra Aguiar na final de -78kg.

"O público deixa-me muito nervosa, mas também me dá muita força quando estou a lutar, porque sinto que estão a torcer por mim," comentou numa entrevista depois do triunfo.

Nas restantes categorias, o judoca Noel Van T End sagrou-se campeão na categoria -90kg, superando no ponto de ouro o bicampeão do Masters Beka Gviniashvili, da Geórgia. O holandês ficou radiante por conquistar o seu primeiro título de Grand Slam depois de cinco medalhas de prata consecutivas.

"Na meia-final lutei com o sérvio Aleksandar Kukolj, ele é muito forte. Ele percebeu o meu jogo, eu sofri duas penalizações, por pouco três, mas o judo é mesmo assim, até ao fim tudo pode acontecer e venci no ponto de ouro. Depois lutei com o Beka na final. A verdade é que nunca perdi com ele, ele é muito forte mas eu tive confiança em mim, e venci-o também no ponto de ouro - foi difícil, mas foi ótimo," explicou.

Na final de +78kg a brasileira Maria Suelen Altheman, venceu a francesa Anne Fatoumata M Bairo com um waza-ari para ippon.

A seleção portuguesa

Para além da medalha de bronze de Rochele Nunes, Yahima Ramirez perdeu no primeiro combate do torneio de -78kg frente à russa Anastasiya Dmitrieva, por acumulação de shidos.

A portuguesa Bárbara Timo perdeu no sábado no primeiro combate da competição de -70 kg frente à canadiana Kelita Zupancic, por ippon, no ponto de ouro.

No primeiro dia da competição as portuguesas Telma Monteiro (-57kg) e Joana Ramos (-52kg) terminaram no quinto lugar.

O Movimento do Dia

O movimento do dia coube a Shady Elnahas, que enfrentou em -100kg o veterano francês Cyrille Maret. Ao contrário do russo Arman Adamian, o francês rendeu-se ao soberbo golpe de pernas para ippon do canadiano, que o deixou de costas no tatami.

O melhor do Judo para encerrar mais um memorável Grand Slam na Rússia.

O próximo torneio da Federação Internacional de Judo terá lugar de 29 a 31 de Março em Tbilisi, na Geórgia.