Última hora

Protestos contra crise económica no Líbano

Protestos contra crise económica no Líbano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de libaneses protestaram, este domingo, nas ruas da capital, Beirute, e em outras zonas do país, contra a crise económica que piorou nas últimas duas semanas.

Em protesto, muitas pessoas cortaram as principais vias da capital usando pneus e ateando fogo em barricadas.

Pela primeira vez em mais de duas décadas, a moeda local, a libra libanesa, que depende do dólar, desvalorizou.

O Líbano enfrenta uma crise fiscal profunda, tem um dos mais altos índices de dívida do mundo, mais de 150% do produto interno bruto do país.

Apesar dos muitos milhares de milhões de dólares gastos desde o fim da guerra civil de 15 anos, em 1990, a infraestrutura do país ainda está em ruínas. Os cortes de eletricidade de várias horas acontecem diariamente, as pilhas de lixo nas ruas fazem parte do cenário e a maioria dos libaneses é obrigada a recorrer aos camiões-cisterna para se abastecer de água.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.