Última hora
This content is not available in your region

O princípio do fim das restrições na Europa

euronews_icons_loading
O princípio do fim das restrições na Europa
Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A pouco e pouco a Europa começa a reerguer-se e a sair lentamente do confinamento. Alemanha autorizou pequenos comerciantes a reabrirem os seus negócios e o regresso à escola deverá acontecer já no próximo mês.

O parque de diversões Tivoli em Copenhaga convidou creches da capital da Dinamarquesa a usarem o recinto durante o confinamento, aliviando assim as restrições em vigor.

"Vamos enviar doze das nossas crianças para Vartov onde vão viver a experiência. É aqui que eles vão estar, a brincar e vão levar as lancheiras, vão dormir a sesta e depois voltam a ser recuperados aqui no portão", diz Anne Jensen, educadora de infância.

Na Eslováquia, todo os negócios de tamanho inferior a 300 metros quadrados podem abrir portas desde esta quarta-feira. O mesmo acontece nos eventos desportivos e mercados no exterior. O objetivo é medir o impacto da reabertura.

E a Nova Caledónia foi o primeiro território francês a iniciar o fim do confinamento. O arquipélago do sul do Pacífico, com apenas 18 casos confirmados de Covid-19.