Última hora
This content is not available in your region

Conselho da UE vai debater tensões entre Grécia e Turquia

euronews_icons_loading
Navio de pesquisa turco Oruc Reis acompanhado por embarcações militares
Navio de pesquisa turco Oruc Reis acompanhado por embarcações militares   -   Direitos de autor  AP/IHA
Tamanho do texto Aa Aa

A crescente tensão entre a Grécia e a Turquia será um dos temas centrais da reunião de emergência do Conselho dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, convocado para esta sexta-feira.

O anúncio foi feito no Twitter pelo chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, que precisou que também serão abordadas as situações na Bielorrússia e no Líbano.

Atenas, que tinha pedido a organização do encontro, acusa a Turquia de violar as suas fronteiras marítimas, depois de Ancara ter enviado um navio de pesquisa sísmica, escoltado por embarcações militares, para uma zona contestada e rica em reservas de gás natural no Mediterrâneo Oriental.

Sinal de que as tensões poderão rapidamente agravar-se, o chefe da diplomacia turca indicou que o país pretende alargar as explorações de gás na região e o ministro turco da Energia precisou, através do Twitter, que "até 23 de agosto, serão colocados 1750 quilómetros de cabos no Mediterrâneo para pesquisa sísmica bidimensional".

A presença dos navios da marinha turca obteve uma rápida resposta de Atenas, que também já enviou para a região navios militares para acompanhar os movimentos turcos.

A diplomacia europeia considera que a situação se está a tornar "extremamente preocupante" e apelou ao "diálogo".