Última hora
This content is not available in your region

Covid-19 empurra Polónia para a recessão

euronews_icons_loading
Covid-19 empurra Polónia para a recessão
Direitos de autor  Czarek Sokolowski/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia causada pelo novo coronavírus empurrou a Polónia para a uma recessão. A primeira das últimas três décadas.

De acordo com as estimativas do Fundo Monetário Internacional, a economia polaca irá retroceder 4,6% este ano.

Quanto ao desemprego, antes da pandemia, as previsões apontavam para uma taxa na ordem dos 3,8%. Agora, com a Covid-19, prevê-se que no final de 2020 9,9% dos polacos estejam à procura de desemprego.

Patrycja é dona de casa conta que a crise já se reflete nos preços. Há um mês, nos mercados de ruas, conta que conseguia comprar um quilo de maçãs com seis zloty agora o preço subiu para oito.

Arkadiusz licenciou-se há um mês e conta que estima que 70% dos amigos perderam os empregos porque tinha contratos temporários. Agora estão à procura de novos empregos.

Mirek está aposentado e afirma que os amigos estão todos na mesma situação, no entanto, conta que os preços subiram drasticamente. De 2019 para 2020 os preços subiram 4 ou 5 %.

Segundo o FMI, o Governo polaco adotou rapidamente medidas para fazer face à crise provocada pela pandemia.

Para os economistas, a Polónia será um dos países da União Europeia menos afetados pelo impacto da Covid-19 uma vez que, ao contrário de, por exemplo, Espanha, Itália, ou Grécia, a economia não está tão dependente do turismo, um dos setores mais atingidos.