Última hora
This content is not available in your region

Um professor foi assassinado na região de Paris

euronews_icons_loading
Conflans-Sainte-Honorine, France
Conflans-Sainte-Honorine, France   -   Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Um professor de história francês, da região de Paris, mais precisamente de Conflans-Sainte-Honorine, foi decapitado na via pública, na tarde de sexta-feira, cerca das 15 horas, hora local, não muito longe da escola onde dava aulas.

Pensasse que o crime esteja relacionado com o facto de este ter mostrado, recentemente, as caricaturas de Maomé aos seus alunos.

O agressor, que teria 18 anos e não estava identificado pela polícia, acabou abatido pelos agentes, mais tarde, quando recusou colocar no chão uma faca.

O corpo do atacante ficou várias horas no local porque a brigada de minas e armadilhas foi chamada por se temer que este tivesse vestido um colete com explosivos.

A secção antiterrorista do Ministério Público já abriu uma investigação por "assassinato em ligação com uma ação terrorista" e "associação criminosa terrorista".

O presidente francês, Emmanuel Macron, já se deslocou ao local onde aconteceu o crime.