EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Pacto Verde Europeu" é a maior aposta de sempre na ecologia

"Pacto Verde Europeu" é a maior aposta de sempre na ecologia
Direitos de autor Johanna Geron/AP
Direitos de autor Johanna Geron/AP
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Além de apostar numa forte redução das emissões de CO2, o plano aprovado em Bruxekas pretende dar um impulso às economias dos 27 na era pós-Covid.

PUBLICIDADE

Este é o maior plano de recuperação económica de base verde na história da União Europeia. Os 27 acordaram, em Bruxelas, uma grande redução das emissões de CO2 em 10 anos, com base num ambicioso plano de reconversão económica que tem como objetivo relançar a economia do bloco depois da crise causada pela pandemia de Covid-19.

De acordo com os planos decididos após uma longa maratona de negociações mediada pela presidência alemã da UE, os vários países estão empenhados em reduzir as emissões de CO2 em 55% até 2030.

Euronews
Uma meta ambiciosaEuronews

A presidente da comissão europeia diz que este acordo coloca a Europa num caminho claro para a neutralidade climática em 2050: "Dá certeza aos investidores, às empresas, às autoridades públicas e aos cidadãos. É uma prova de futuro para a União. Diz ainda que todos os países da UE devem beneficiar com esta transição. Com o crescimento económico, um ambiente mais limpo e cidadãos mais saudáveis, o Pacto Verde Europeu será a estratégia de crescimento da União Europeia", disse Ursula von der Leyen.

A chanceler Angela Merkel criticou o que chama "obstrucionismo climático" por parte dos países da Europa Central.A Polónia considera este um bom acordo:"Assegurámos que no fundo de modernização, acompanhando o desenvolvimento da política climática da UE, haja mais meios financeiros para a Polónia. Isso é muito importante porque temos de ter meios para a transformação energética", disse o primeiro-ministro polaco Mateusz Morawiecki.

Acabada esta longa cimeira, os líderes da UE vão agora ter de decidir como investir os fundos para iniciar uma economia estável e sustentável, baseada nas energias verdes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU quer o estado de emergência pelo clima em todo o mundo

Ursula von der Leyen foi reeleita Presidente da Comissão Europeia

Reino Unido procura reconstruir as relações com a Europa