Última hora
This content is not available in your region

Irão provoca comunidade internacional

De  euronews
euronews_icons_loading
Irão apreende petroleiro sul-coreano
Irão apreende petroleiro sul-coreano   -   Direitos de autor  .
Tamanho do texto Aa Aa

Cresce a tensão no Médio Oriente, com o Irão novamente no centro das preocupações.

As autoridades iranianas apreenderam, na segunda-feira, um petroleiro com pavilhão da Coreia do Sul no Estreito de Ormuz, que liga o Golfo Pérsico ao mar de Omã.

De acordo com Teerão, o petroleiro MT Hankuk Chemi foi apreendido por razões ambientais, devido à poluição que o navio estaria a causar no Golfo.

O Governo sul-coreano já fez saber que pretende enviar uma delegação ao Irão, assim que possível, para negociar a libertação do navio e dos 20 tripulantes.

O incidente ocorreu no mesmo dia em que o Irão anunciou que deu início a um processo de produção de urânio enriquecido a 20% na central nuclear subterrânea de Fordo. Um valor acima dos limites definidos pelo acordo internacional de 2015.

A União Europeia já se pronunciou.

De acordo com o porta-voz Peter Stano, a Comissão Europeia está muito preocupada "com as medidas tomadas pelo Irão quando se trata do seu enriquecimento de urânio a 20%. Esta ação constitui de facto uma importante violação do compromisso do Irão com o acordo nuclear e terá sérias implicações quando se trata da não-proliferação nuclear".

Já esta terça-feira, de acordo com o "media" locais, o Irão iniciou um exercício militar com drones no norte do país. Este é o primeiro exercício em grande escala apenas com drones de que há conhecimento. As autoridades militares informaram que irão ser feitos mais exercícios semelhantes em outras zonas do território iraniano.