EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Vacina não relacionada com morte de auxiliar do IPO do Porto

Vacinação contra a Covid-19
Vacinação contra a Covid-19 Direitos de autor Paul Sancya/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Paul Sancya/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A autópsia à mulher de 41 anos conclui que a causa de morte não tem relação com a vacina que recebeu dois dias antes.

PUBLICIDADE

A morte de uma auxiliar do Instituto Português de Oncologia do Porto, dois dias depois de ter sido vacinada contra a Covid-19 não teve qualquer relação com a vacina: A conclusão é da autópsia e foi divulgada numa nota do governo português. Na nota, o governo esclarece que a autópsia da mulher de 41 anos revelou uma causa de morte não relacionada com o vírus, sem esclarecer qual, já que o assunto está em segredo de justiça.

Segundo os familiares, a mulher terá morrido de forma repentina, na manhã do dia de ano novo. Os profissionais de saúde são os primeiros a receber a vacina em Portugal. Prevê-se que até ao fim de fevereiro tenham sido dadas 200 mil doses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos

Incêndio de grandes proporções afeta empresa farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk