Última hora
This content is not available in your region

Terapia com cavalos cada vez mais procurada em Espanha

De  Euronews
euronews_icons_loading
Terapia com cavalos cada vez mais procurada em Espanha
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Em Espanha, a procura de terapia com cavalos aumentou. Menor risco de contágio e melhoria da saúde dos pacientes, que estabelecem uma ligação emocional com o animal, são as mais-valias desta atividade. É também uma forma de combater o stress e a ansiedade causados pela pandemia.

O repórter Carlos Marlasca foi a um centro de Terapia Assistida por Equinos (TAE) encontrar Alicia, uma jovem que, dois dias por semana, faz terapia com cavalos, na busca de uma solução para as suas perturbações comportamentais e de autoestima.

"Relaxa-me muito vir aqui e estar com o Maui". Também é o facto de ter a obrigação de cuidar de um animal, porque isso é súper importante, assim como a autoestima que nos dá estar em cima de num cavalo", diz Alicia Rodriguez.

A atividade deve ser realizada por profissionais das patologias a tratar. É escolhido o cavalo que melhor se adapta às necessidades do paciente, de forma a criar o chamado "binómio".

Mara Solano, fisioterapeuta da Associação "El Paso" explica em que consiste a terapia: "O que fazemos é trabalhar nos objetivos terapêuticos que o nosso paciente necessita, objetivos na área motora, cognitiva ou de linguagem e o que fazemos é trabalhar neles introduzindo o cavalo em tudo, através de material didático ou através de jogos".

"O coronavírus aumentou a necessidade de terapia com cavalos - uma atividade ao ar livre com menor risco de contágio. Só neste centro, houve um aumento de 30% na procura e agora há uma lista de espera", refere Carlos Marlasca.

Um em cada cinco espanhóis sentiu-se deprimido por causa da pandemia. A Terapia Assistida por Equinos (TAE) pode ser recomendada para estes problemas, mas também para o autismo, paralisia cerebral infantil ou esclerose múltipla.

A psicóloga e presidente da Associação "El Paso", Bárbara Clement afirma: "Por um lado, há o cavalo e o movimento que tem, os impulsos rítmicos e o calor que transmite àqueles que o montam, e por outro, há o laço afetivo que cria com as crianças ou com os adultos que o montam".

Com o tempo e dedicação necessários, os membros da família também notam as melhoras, como refere Carmen Zapatero, a mãe de Alicia: "Comigo, ela tinha um bom relacionamento, mas é verdade que com outros membros da família, chocava mais. Mas encontrou a energia positiva que lhe dá o trabalho com os cavalos ".

Terapia com cavalos, uma boa forma de melhorar vidas e criar novos laços emocionais.