Colômbia legaliza aborto até ao sexto mês de gravidez

Colômbia legaliza aborto até ao sexto mês de gravidez
Direitos de autor AP Photo/Fernando Vergara
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de manifestantes - prós e contras - aguardavam ao lado de fora do tribunal. Vestidos de verde,os que estavam a favor, celebraram

PUBLICIDADE

O Supremo Tribunal da Colômbia descriminalizou o aborto até às 24 semanas de gravidez. Depois do veredito, as mulheres não voltam a ser processadas por interromper a gravidez até ao sexto mês de gravidez.  Esta é uma decisão histórica num país de maioria católica.

O debate durou cerca de 8 horas, enquanto centenas de manifestantes - prós e contras - aguardavam ao lado de fora do tribunal, em Bogotá. Os que estavam a favor do aborto vestiram-se de verde e celebraram a decisão em frente ao supremo tribunal.

Até á data, o Código Penal colombiano considerava o aborto legal em três cenários: violações ou incesto; malformação fetal que inviabilizasse a vida do feto; ou caso a continuação da gestação constituísse um perigo à vida ou à saúde da mulher, atestado por um médico especialista.

A Colômbia entra para a lista de países latino-americanos como o México e a Argentina a ver os obstáculos ao aborto reduzidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aprovada legalização do aborto na Argentina

Trump paga 175 milhões de dólares para evitar apreensão de bens em caso de fraude

Misoginia online: Será que a detenção de Andrew Tate significa o fim da "manosfera"?