This content is not available in your region

Rússia anuncia conquista de Mariupol no sul da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Guerra não dá tréguas em Mariupol
Guerra não dá tréguas em Mariupol   -   Direitos de autor  Alexei Alexandrov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

A guerra não dá tréguas em Mariupol. Quase dois meses depois da invasão, a cidade portuária do sul da Ucrânia terá caído. A Rússia afirma ter todo o território sob controlo.Moscovo divulgou um vídeo anunciando a conquista, mas é impossível verificar onde foi filmado. Mas o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, insiste que as forças ucranianas não cedem e ainda controlam o complexo metalúrgico Azovstal, com mais de dois mil soldados que oferecem resistência ao cerco russo.

Entretanto, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, avançou que o Kremlin rejeitou uma proposta de tréguas no leste do país: No seu discurso habitual disse que: "Infelizmente, a Rússia rejeitou um cessar-fogo durante a Páscoa - uma das datas mais importantes. E que "isso demonstra muito bem como os líderes desse país encaram a fé cristã". No entanto, Zelenskyy termina dizendo que tem "esperança na paz e esperança que a vida possa conquistar a morte".

Na quinta-feira, Zelenskyy também pediu ajuda internacional - falou numa quantia de quase 6 mil milhões e 500 mil euros por mês  - para para compensar as perdas económicas e manter a economia do país.

No Leste, as tropas russas avançam e fazem conquistas significativas. As autoridades de Kiev confirmaram que dezenas de localidades caíram nas mãos da Rússia. Na frente norte, Kharkiv continua a ser um dos principais alvos de bombardeamentos. Pelo menos duas pessoas morreram e 5 ficaram feridas em vários ataques na parte oriental da cidade.