Donald Trump ao ataque no primeiro comício para as presidenciais americanas

Donald Trump em comício no Texas
Donald Trump em comício no Texas Direitos de autor SUZANNE CORDEIRO/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ex-presidente dos Estados Unidos é de novo candidato, mas primeiro têm ainda de ultrapassar os rivais dentro do Partido Republicano e o principal está já no alvo

PUBLICIDADE

Donald Trump lançou a campanha para as próximas presidenciais nos Estados Unidos com um comício em Waco, no Texas.

“2024 é a batalha final e será em grande”, afirmou o antecessor de Joe Biden e assumido candidato à sucessão do atual presidente logo à chegada a Waco, onde prometeu fazer da América “uma nação livre outra vez” ao som de uma música gravado com um coro de alguns dos invasores do Capitólio, a 6 de janeiro de 2021, e atualmente detidos.

"Vocês serão desculpados e estarão orgulhosos. E os bandidos e criminosos que estão a corromper o nosso sistema judicial serão derrotados, desacreditados e totalmente desgraçados", afirmou Trump perante os apoiantes texanos.

Ganhámos em 2016. Ganhámos por muito mais em 2021, mas foi tudo manipulado.
Donald Trump
Ex-Presidente dos Estados Unidos e de novo candidato

O assumido candidato a conquistar de novo a Casa Branca apresentou-se em Waco no final de uma semana marcada pela expetativa da respetiva detenção devido ao alegado pagamento à atriz porno Stormy Daniels pelo silêncio sobre um caso extra-conjugal.

No comício, Trump apontou baterias aos juízes e procuradores que têm liderado processos legais contra ele, os quais descreve como pura perseguição política, mas também não esqueceu o principal rival à nomeação Republicana para as presidenciais, Ron DiSantis.

"Tendo em conta as sondagens, ele não está a sair-se muito bem", afirmou Trump sobre o atual governador da Florida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny

Juiz condena Trump a pagar 355 milhões de dólares por ter mentido sobre a sua fortuna

Nova "Guerra das Estrelas": Rússia desenvolve sistema de mísseis nucleares antissatélite