Troca de presos entre a Ucrânia e a Rússia

Soldado ucraniano na região de Bakhmut
Soldado ucraniano na região de Bakhmut Direitos de autor Libkos/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Libkos/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Quarenta soldados russos e 44 ucranianos puderam regressar a casa esta quarta-feira

PUBLICIDADE

Quarenta soldados russos e 44 militares ucranianos regressaram a casa esta quarta-feira, no âmbito de troca de prisioneiros acordada entre os dois países.

Segundo o chefe de gabinete da presidência ucraniana, Andriy Yermak, no grupo há vários soldados que participaram na defesa da fábrica da Azovstal, em Mariupol, no ano passado, e outros que combateram no leste e no sul do país.

As imagens dos soldados russos foram divulgadas pelo ministério da Defesa e mostram os cerca de 40 soldados num autocarro, a caminho de casa. 

Apesar das dificuldades no diálogo diplomático, as trocas de prisioneiros de guerra têm sido frequentes no conflito que eclodiu em fevereiro do ano passado, com o início da invasão russa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zara reabre na Rússia sob novo nome

Soldados russos continuam a campanha de coação de votos em Mariupol

Manifestação em Kiev pela libertação dos prisioneiros de Azovstal