Milhares de pessoas em protesto contra reforma judicial em Israel

Manifestantes prometem manter braço-de-ferro com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu
Manifestantes prometem manter braço-de-ferro com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestantes acamparam em frente ao edifício do parlamento.

PUBLICIDADE

Em Israel, milhares de manifestantes continuaram, este sábado, a marcha pela autoestrada principal rumo a Jerusalém em protesto.

Exigem que o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, trave o processo de aprovação da polémica reforma judicial.

Esta foi a útlima etapa de uma marcha de quatro dias rumo ao Knesset, o parlamento.

No exterior do edifício, os manifestantes montaram tendas e um acampamento. Tencionam estar às portas do parlamento para a votação prevista para esta segunda-feira.

Netanyahu e os aliados dizem que a revisão é necessária para conter alegados poderes excessivos de juízes não eleitos.

Mais de 11 mil reservistas das Forças Armadas de Israel anunciaram, também, que vão suspender o seu serviço em protesto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Confrontos entre eritreus e a polícia nas ruas de Telavive

Manifestantes acampam em frente ao Parlamento israelita

Israel: Netanyahu de boa saúde para assistir à votação da reforma judicial