EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Maior hospital de Gaza à beira da rutura

Maior hospital de Gaza à beira da ruptura
Maior hospital de Gaza à beira da ruptura Direitos de autor AP Photo/Adel Hana
Direitos de autor AP Photo/Adel Hana
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Hospital de Dar Al-Shifa socorre vítimas da ofensiva israelita e ainda serve de refúgio para 40 mil palestinianos que tentam proteger-se das bombas

PUBLICIDADE

Milhares de palestinianos chegam diariamente ao hospital Dar Al-Shifa mas nem todos procuram tratamento médico, muitos vão em busca de segurança. São entre 35 e 40 mil as pessoas que procuram refúgio no maior centro médico de Gaza, de acordo com as autoridades locais, por acreditarem que aí estão a salvo da ofensiva israelita.

Nos refúgios da cidade falta já água e combustível, no hospital as reservas são cada vez mais escassas e a prioridade é naturalmente dada ao tratamento médico.

A cidade vive uma situação dramática e mesmo os trabalhadores humanitários foram aconselhados a abandonar o território, tarefa que está longe de ser fácil e que obriga a várias horas de espera na fronteira com o Egito, em Rafah, a única saída da Faixa de Gaza que não é controlada pelas forças israelitas.

A comunidade internacional está naturalmente atenta à situação, de acordo com a ONU, o cerco que Israel impôs à Faixa de Gaza e a evacuação forçada do território podem constituir um crime internacional.

Já a União Europeia, anunciou a criação de uma ponte aérea com o Egito com ajuda humanitária para a população que se encontra retida na Faixa de Gaza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel autoriza entrada de ajuda humanitária na Faixa de Gaza

Gaza está quase seca e sem combustível para a extrair mais água potável

Israelitas em protesto em Jerusalém para exigir eleições e libertação dos reféns