EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Sarajevo abre os braços aos palestinianos de Gaza e Alemanha condena antissemitismo

Manifestações pró-Palestina em Sarajevo e antissemitismo em Berlim
Manifestações pró-Palestina em Sarajevo e antissemitismo em Berlim Direitos de autor AP Photo/Armin Durgut//Markus Schreiber
Direitos de autor AP Photo/Armin Durgut//Markus Schreiber
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestações no âmbito da guerra Israel-Hamas prosseguiram este domingo pela Europa, com gritos de apoio aos palestinianos e revolta contra os recentes atos antissemitas

PUBLICIDADE

As manifestações no âmbito da guerra Israel-Hamas prosseguiram este domingo pela Europa.

Na Bósnia, centenas de pessoas juntaram-se para mostrar solidariedade ao povo palestiniano em Sarajevo, uma cidade cercada e bombardeada nos anos 90, tal como agora Gaza.

Em Londres, no Reino Unido, e em Berlim, na Alemanha, milhares de pessoas voltaram a fazer-se ouvir nas ruas, na condenação do antissemitismo e a manifestar apoio a Israel.

Antes, o chanceler alemão tinha marcado presença na inauguração de uma nova sinagoga em Dessau, no leste do país.

Na ocasião, Olaf Scholz reiterou o apoio da Alemanha a Israel e assumiu-se revoltado pelos atos de antissemitismo que têm ocorrido na Europa desde o ataque do Hamas a Israel a 7 de outubro, nomeadamente a sinalização de residências judias em Berlim com a estrela de David, uma prática do regime nazi durante a II Guerra Mundial.

Em Genebra, na Suíça, por fim, mais de 200 organizações de 70 países juntaram-se diante da sede da Cruz Vermelha para exigir a libertação imediata dos reféns retidos pelo Hamas em Gaza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Terceiro comboio de ajuda humanitária entrou na Faixa de Gaza

Sarajevo lidera a lista das cidades mais poluídas do mundo

Fortes tempestades continuam a fazer vítimas mortais no leste europeu