EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Em 2024, gregos podem optar por conta da eletricidade fixa ou variável

Transição para as energias renováveis causa desconfiança em muitos gregos
Transição para as energias renováveis causa desconfiança em muitos gregos Direitos de autor Thanassis Stavrakis/AP
Direitos de autor Thanassis Stavrakis/AP
De  Symela Touchtidou
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No ano em que acabam os subsídios às faturas de eletricidade, os gregos passam a poder optar entre pagar um preço fixo ou variável. Poucos acreditam que os custos vão baixar.

PUBLICIDADE

Entre as resoluções de Ano Novo que os gregos têm de tomar para 2024, há uma que parece intrigar toda a população: Trata-se das contas de eletricidade. A 1 de janeiro, é introduzido um novo sistema de preços da eletricidade. A principal característica é que, pela primeira vez, os consumidores podem escolher entre um contrato de taxa fixa e um contrato de taxa variável.

"Ainda não decidi o que escolher. A verdade é que os fornecedores de eletricidade não nos ajudam a decidir, pois as informações que nos dão (sobre as novas faturas de eletricidade) são limitadas. Ainda não anunciaram os preços finais. Por isso, a escolha é arriscada", diz uma mulher numa rua de Atenas.

Em 2024, os subsídios às faturas de eletricidade acabam. Depois de terem atingido níveis recorde em 2022 e 2023, a maioria dos analistas acredita que os preços grossistas da eletricidade nos mercados internacionais irão diminuir em 2024. Mas os consumidores na Grécia perderam a esperança de alguma vez verem as suas faturas baixar.

"Não acredito que os preços baixem. Não acredito que os preços baixem. Mas vamos esperar para ver o que acontece", diz um homem.

Transição verde causa desconfiança

Muitos temem que a transição verde torne a eletricidade mais cara: "Não há qualquer hipótese de os preços da eletricidade baixarem. Temos de pagar o custo das fontes de energia renováveis e esse custo é sempre transferido para o consumidor", diz um habitante de Atenas.

Alguns analistas dizem que a procura do fornecedor de eletricidade mais barato pelos consumidores vai assemelhar-se à procura da bomba de gasolina mais barata. As diferenças nos preços finais serão pequenas, enquanto o custo total é inflacionado por impostos e taxas elevadas.

Na Grécia, o preço da eletricidade no produtor é o mais elevado da UE, quase o dobro da média comunitária. O custo da eletricidade representa um encargo elevado para as famílias gregas, que se debatem com uma inflação elevada e com a subida em flecha dos preços de todos os bens essenciais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemanha apresenta novo plano para reduzir os preços da eletricidade

Ministros chegam a acordo sobre reforma do mercado da eletricidade da UE

"Quanto mais se instala, mais barato fica": energia eólica e solar deverá produzir 33% da eletricidade mundial até 2030