Aumenta balanço mortal do terramoto no Japão

Balanço subiu para 84 mortos
Balanço subiu para 84 mortos Direitos de autor Foto: Captura de vídeo de AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Números mais recentes dão conta de 84 mortos e dezenas de desaparecidos.

PUBLICIDADE

Aumentou o balanço mortal do sismo no Japão. Pelo menos 84 pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas depois do terramoto de magnitude 7,6 na escala de Richter que atingiu a península de Noto, na prefeitura de Ishikawa, na segunda-feira.

As autoridades de Ishikawa disseram que 48 das pessoas que morreram estavam na cidade de Wajima e 23 em Suzu. As outras 11 foram registadas em cinco cidades vizinhas. Mais de 330 pessoas ficaram feridas, das quais há pelo menos 25 em estado grave. As autoridades de Ishikawa informaram que o número de desaparecidos aumentou de 15 para 79 durante a noite, incluindo um rapaz de 13 anos. Inicialmente, as autoridades disseram que havia 80 desaparecidos, mas corrigiram o número mais tarde.

As equipas de salvamento estão a correr contra o tempo na busca de sobreviventes, uma vez que o período crítico de 72 horas já terminou. 

O Primeiro-Ministro Fumio Kishida deu instruções aos ministérios e agências para darem a máxima prioridade ao salvamento de vidas: "Ainda há muitas pessoas debaixo dos edifícios desmoronados à espera de ajuda. Vamos envidar todos os nossos esforços no local e tentar salvar o maior número possível de pessoas", disse o chefe do governo nipónico.

Cerca de 30 mil habitações da prefeitura de Ishikawa ficaram sem eletricidade até às 5 horas da manhã de quinta-feira. Cerca de 110 mil famílias nas prefeituras de Ishikawa, Toyama e Niigata ainda não têm água.

Na manhã de quinta-feira, registaram-se cerca de 600 tremores de terra na região de Noto e em vários locais ao longo da costa do Mar do Japão.

A chuva está a cair em algumas das áreas afetadas. As autoridades meteorológicas alertam para o facto de a chuva poder aumentar o risco de novos deslizamentos de terras e apelam à vigilância da população.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Queda de neve dificulta buscas por sobreviventes do sismo no Japão

Descartada hipótese de tsunami no Japão após sismo de magnitude 7,6

Balanço do sismo no Japão sobe para 126 mortos